SINCRONIZE: Suburbia

Certa vez publicamos aqui no Sincronias uma lista de artigos que resumem o rock nacional atual. Em resumo, todas as matérias diziam que as bandas deviam unir-se, demostrar profissionalismo e inovação. 


Formada por Rafael Cameron (vocal), Ian Sater (guitarra), Felipe Roque (guitarra), Bento Sater (baixo) e Pedro de Souza (bateria), a Suburbia foi indicada a nós pela Indigos, banda que sempre dividem o palco e o gosto em fazer música. A Suburbia é como uma fênix e está na cena para ressurgir o rock nacional.  


O profissionalismo da banda é visível em cada uma das canções e principalmente em suas apresentações ao vivo, que ganha um diferencial por receber um uniforme exclusivo. A voze de Rafael é um espetáculo à parte assim como sua performance. As guitarras se casam com o baixo e a bateria nas mãos de Pedro soam como um brinquedo de fácil manuseio. E desta forma chegamos ao ponto forte (e diferencial) da banda: a homogeneidade. Cada um nela é um ser fundamental. 


Com a agenda lotada de apresentações, o público pode esperar 5 pessoas que sabem o que estão fazendo e o fazem com muita entrega e músicas muito bem executadas. No quesito composições todos participam de forma integral, e talvez seja esse o motivo de canções diversificadas. 

Separamos 3 canções que comprovam, ouça:


Eles mentem: é uma das canções que remetem a política. Dona de um groove pesado, é criticado a facilidade que os políticos possuem em mentir para a população. Seu ponto alto é a inserção de um verso de rap. A junção funcionou tão bem que a banda repetiu em mais uma música, que será lançada futuramente.


Ela e Você: foi composta pelo Pedro, após uma briga com a sua namorada, que alegava que ele dava mais atenção para o violão do que para ela.


Olá, Como Vai: uma das baladas da banda. Já serviu como declaração para inúmeros casais.

Eai, curtiu o som da banda? Particularmente nósamamos! Acompanhe a Suburbia:

- Facebook
- YouTube: com um clipe para cada uma das canções lançadas.
- Twitter
- Instagram

Comente com o Facebook:

0 Comentários:

Postar um comentário