Guarulhos Brutal Massacre: veja fotos e resenhas


Aconteceu no último domingo, 26, no Rancho Sertanejo mais uma edição do Guarulhos Brutal Massacre, festival que une o melhor o hard core nacional. Nessa edições especial o público pode conferir shows das bandas Effect le fills, Destreza, Moana, Lekhaina, D.P.R, Worst, Project 46 e    Dead Fish.


Ser a primeira banda de um evento longo sempre é uma grande responsabilidade, principalmente pelo fato das pessoas ainda estarem chegando de forma tímida. Para a Effect le fills isso não foi um problema. Foi visto um show com trocas de figurinos por parte do vocalista, que por sua vez sabe representar muito bem a identidade da banda. Logo em seguida foi a vez da banda Destreza que foi evoluindo com o passar das músicas, e animou de uma forma agradável quem estava assistindo. A banda Moana apresentou o seu primeiro disco, o “Oceano Paralelo“ (ouça aqui) e muito da essência dele foi autenticado ali no palco, com certeza foi uma ótima experiencia musical para os presentes. Com canções pesadas do inicio ao fim repletas de bons efeitos, mix de vocais e guitarras obscuras, Lekhaina foi a primeira banda que deu brecha para o moshpit iniciar. Muitas influências foram vistas ao longo do show animado que essa grande e composta banda fez. DPR - Do Protesto à Resistência fez um apresentação que contou bastante com a participação dos fãs, que cantavam e muitas vezes subiam no palco. Riffs pesados, muitas rimas e criticas de cunho social retrata o que foi ponderado. 








Worst fez um dos melhores shows da noite. Cheia de dinamismo entre os membros, o grupo deixou o público cantar muitas vezes resultando em corais.  A banda possui diversas mensagens e tivemos a sensação de que o oprimido dessa vez se exaltou, graças ao ódio gritado e expelido. Ao fim, eles deixaram um gosto de “quero mais“. Project 46 é um dos grupos mais consagrados no estilo e durante a sua apresentação soube-se porque. Através de um som totalmente pesado, os fãs da banda não exitaram em deixar o moshpit lotado na duração do show. Dead Fish foi a banda que encerrou a noite. Lançando o “Vitória“ a banda manteve uma aura energética e a plateia soube corresponder com a euforia do som. Houve musicas novas e musicas antigas e uma música após a outra. Outro espetáculo a parte foi a performance do Rodrigo, vocalista, que além de exibir alegria ao cantar, fez uso de todo os espaço disponível no palco. Uma grande noite com grandes artistas!

Fotos: Timoteco Fotografia 


Comente com o Facebook:

1 Comentários:

  1. deve ter sido bom msm, as fotos ficaram boas demais

    ResponderExcluir