SINCRONIZE: Stereo Groove

Formada por Efi (vocal),  Nito (vocal), Fernando Carvalho (guitarra/vocal), Felipe Mendes (baixo) e Higor Macon (bateria), a Stereo Groove é uma banda de São Paulo que é o resultado de quando as pessoas certas se encontram. Fundada há 3 anos atrás, a banda já passou por bastante mudanças desde então até achar a formação atual.Tudo deu-se inicio através de uma brincadeira, que de forma natural e sutil, virou uma grande realidade. 
  


Stereo Groove é algo original, recente que mostra a diversidade que existente no Brasil e se destaca por ter o "pacote completo": mix de elementos, vozes em harmonia com as letras, seriedade, e acima de tudo, verdade. Sem contar que possuem boas ideias para repassar em cada faixa. O resultado disso é algo espantoso. 


EP: Em Nome dos Nossos
Banda: Stereo Groove
Produção: Fabio Gomes
Ano: 2015

"Só de Nós" (6ª faixa do EP) foi a primeira a "nascer" e provou que algo muito bom poderia sair dali. Era o fim de uma transição, tudo foi muito trabalhoso e serviu como uma grande aula. Os  9 meses em processo de gravação serviu para uni-los mais através dessa grande experiencia que é ficar em estúdio. Houve músicas que foram criadas na atmosfera proporcionada pelo estúdio. 


Proposital ou não, o Em Nome dos Nossos possui músicas muito distintas uma das outras, algo raro em trabalhos compactos. E essa é a característica chave da banda. Morarando em um país com a miscigenação muito explicita acaba que é inevitável não absorver um pouco disso tudo. 


"Chega a ser egoísta seguir somente uma vertente. Nós não somos rap, não somos rock, somos a Stereo Groove. Nós fazemos o que a gente ama e nós amamos o que fazemos."


A banda possui vídeos para cada uma das músicas, uma forma que encontraram para tirar o ar "monótomo" de apenas lançar a faixa e deixa-lá jogada pela internet. Com um audio-visual muito bem trabalhado, cada uma das canções presentes ganha uma representação, demonstrando a importância que ela tem e representando a mensagem que passa. Os vídeos retratam muito a visão da banda e seu cotidiano - com imagens feitas ao longo dos dias -.


"Sobrevivendo em Território Inimigo" abre o os trabalhos com uma forte mensagem. O vulgo dedo na ferida. Nada mais, nada menos que a realidade. Surge para mostrar o que o cidadão que habita o terceiro mundo vive, ou melhor, sobrevive. 


Antes da entrada no estúdio, "Dinastia Marginal" praticamente não existia. É um rock com samba, duas vertentes que a banda gosta muito. Segue o mesmo pensamento que a "Sobrevivendo em Território Inimigo" e mostra um pouco o que é não estar incluso na pequena parcela que é a elite. É sobre a herança de alguém que vive as margens da sociedade passada de pai pra filho. 


Quebrando um pouco o clima totalmente político, "3h40" exibe o lado sentimental do grupo. Retrata pessoas que estão ou já passaram pela vida de cada um dos integrantes. Todo mundo tem alguém de muita importância. Ela entra para retratar um momento que cada um teve com essa pessoa.

LINKES ÚTEIS:
- Site
- Facebook
- Instagram
- Twitter
- YouTube
- Soundcloud

Comente com o Facebook:

1 Comentários: