Resenha: Wiped Out! - The Neighborhood


Conhecida mundialmente por usar (e abusar) do efeito preto e branco em fotos, vídeos e todos os materiais promocionais, The Neighborhood lançou em outubro de 2015 seu segundo disco cheio. O sucessor do então lançado “I Love You” (2013) carrega em si um fato que já havia sido cantado em “Sweater Weather”, single que alavancou a carreira da banda: I hate the beach, but I stand in California with my toes in the sand / Eu odeio a praia, mas estou na Califórnia com meus dedos dos pés na areia. Dada a analogia, imagine-se na Califórnia andando em um conversível à beira-mar, num fim de tarde com o vento batendo em seu rosto. Essa é a atmosfera criada pelo segundo disco do grupo, que mesmo não curtindo a praia, soube transmitir muito bem a sua atmosfera.


“Wiped Out” é dono de uma avaliação melhor em relação ao "I Love You", recebendo respectivamente 53/100 e 48/100 no Metacritic. A diferença não chega a ser gritante mas ao escutarmos canções como a que intitula o disco, "Wiped Out!", vemos que a banda consegue ousar misturando diversos contrapontos, solos de guitarras e reverbs, segurando quem escuta por longos - mas agradáveis - 6 minutos.



Cada canção possui vida própria pelo o fato de cada uma te remeter a algo diferente. "A Moment of Silence" é uma piada literal que irá te deixar com vários pontos de exclamações na mente logo de cara; "Greetings From California" é na medida do possível um tanto quanto psicodélica, hipnotizante e envolvente. "Ferrari" talvez seja a canção mais sexy e que realmente te teletransportará para California, visto que a melodia e o ritmo dela se assemelham muito a um motor de carro da famosa marca italiana.



Todo álbum possui uma música que carrega em suma todas as peculiaridades trabalhadas ao longo do processo de produção, e neste quem recebe essa função é "Cry Baby". Nela encontramos as poderosas linhas de baixo características, as batidas crescentes e o mix de vozes antes pouco explorado pelo grupo, o que me leva a crer que muito em breve ela será um single promocional.



Embora seja a última do álbum, "R.I.P. 2 My Youth" é a divisora de águas entre o primeiro trabalho e este atual, sua batida fica na cabeça assim que a música termina e ocasionalmente te arrancará tímidos passos de danças, fazendo quem terminou de ouvir o cd refletir sobre o que o que acabou de ser tocado, e garanto que na maioria dos casos, renderá uma nova execução.




Ouça também: Single, Baby Came Home / 2 Valentines, Prey, The Beach, Daddy Issues


“Wiped Out!” representa um, embora pequeno, avanço na sonoridade do The Neighborhood. Mesmo sendo um pouco monótono em alguns momentos, ele é um disco significativo com seus pontos altos (Cry Baby, Wiped Out, Daddy Issues), baixos (Baby Came Home / 2 Valentine) e que com certeza eleva as expectativas para os próximos trabalhos e por quê não algumas apresentações da turnê dele pelo Brasil?


Ficha Técnica:
Álbum: Wiped Out!
Artista: The Neighbourhood
Data de lançamento: 2015
Gravadora: Columbia Records
Nota: 7,5 

Comente com o Facebook:

0 Comentários:

Postar um comentário